O Projecto
A VIA NOVA - História
Construção e manutenção da VIA NOVA
O Cursus Publicus
Viajar na Geira
Paisagem
A Circulação na Via
Mansiones
Mutationes
Milhas
Miliários
Milha XII
Milha XIII
Milha XIV
Milha XV
Milha XVI
Milha XVII
Milha XVIII
Milha XIX
Milha XX
Milha XXI
Milha XXII
Milha XXIII
Milha XXIV
Milha XXV
Milha XXVI
Milha XXVII
Milha XXVIII
Milha XXIX
Milha XXX
Milha XXXI
Milha XXXII
Milha XXXIII
Milha XXXIV
Milha XXXV
Milha XXXVI
Milha XXXVII
Milha XXXVIII
Milha XXIII

A milha XXIII, em Esporões, lugar de Padrós, na freguesia de Chamoim, a uma altitude de 450 metros, conserva três marcos miliários, todos anepí­grafes, segundo Amaro da Silva. Um inteiro e dois fragmentos.

De acordo com Martins Capella existia um quarto marco, do imperador Constâncio (292-306), que registou. Todavia, da leitura não é possí­vel deduzir a indicação da milha.

A partir deste ponto a Geira abandona a vista do Rio Homem e entra no vale da Ribeira da Roda, um tributário daquele rio. Segue ao longo deste vale encaixado, na sua vertente sul, na direcção oeste até ao Cruzeiro de Sá (Covide) onde alcança a Veiga de Santa Eufémia, que adiante descrevemos com pormenor.

Logo a seguir ao iní­cio da milha, aos 113 metros, a via atravessa uma ribeira, observando-se uma calçada. Outra calçada ocorre aos 195 metros. Contudo, aos 378 metros a VIA NOVA é cortada por uma estrada municipal em asfalto, a EM 535, que se dirige para a sede do concelho. Cerca dos 385 metros depois é possí­vel retomar a VIA NOVA, mas apenas até aos 509 metros. Neste ponto o traçado da Geira desaparece, novamente, sendo cortado pela Estrada Nacional número 307, cerca do km 37. Andam-se cerca de 247 metros na EN307, cujo traçado coincide com o da via, sendo então possí­vel retomar, de novo, o trajecto da Geira. O percurso da antiga via romana cruza uma ribeira aos 1085 metros, numa zona onde se notam vestí­gios de rodados. A partir dos 1350 metros a via foi destruí­da por uma violenta quebrada, cuja data Amaro Carvalho da Silva não logrou apurar. De acordo com o seu relato terá sido anterior à abertura da EN 307, sendo referida por autores do século XIX. São referidos dois nomes para este deslizamento de terras: Quebrada das Cabaninhas e Volta de Abrixin.

Entre marcos das milhas XXXIII e XXIV a distância estimada é de 1668 metros.

Mapa da milha XXIII; base cartográfica do Instituto Geográfico Militar adaptada pelo Parque Nacional da Peneda-Gerês.
1/4