LIVRO DE DOAÇÕES
(do mosteiro de Salzedas)


Extracto do livro manuscripto de Frei Baltazar dos Reis intitulado "Breve relação da fundação e antiguidade do Mosteiro de Santa Maria de Salzeda", onde transcreve a carta de doação passada por D. Afonso Henriques a Teresa Afonso a 13 de Abril de 1152. O "Livro de Doações" original do mosteiro foi perdido num incêndio ocorrido em 1841 no edifício do seminário de Viseu, onde estava depositado.

A seta vermelha indica a passagem do texto onde se refere a estrada mourisca como limite norte do couto do mosteiro e dividia este com Semada, hoje designada por Queimada: "et per illa estrada mourisca et dividit per Semada"; presumivelmente esta dita «estrada mourisca» seria já utilizada em período romano e deverá corresponder ao estradão que segue pelo planalto do Monte Raso até Queimadela que integra um itinerário que ligava via que interligava a travessia do Rio Douro na régua à sede da civitas Aravorum localizada na actual aldeia de Marialva (Mêda) passando por Moimenta da Beira (ver aqui itinerário).

viasromanas.pt